[ editar artigo]

Dicas de como cobrar seu cliente- PARTE I

Dicas de como cobrar seu cliente- PARTE I

Amigos veterinários, ótima tarde a todos vocês! 

Nós da área sabemos o quanto é comum receber calotes $$$ e acabar levando um grande prejuízo por isso. Ou, pior, sofrermos consequências $$$ por termos efetuado uma cobrança de maneira equivocada.

Pensando nisso, a Rister Advocacia Veterinária, em parceria com a Vetsign, elaborou o presente artigo, contendo 10 dicas de como cobrar seu cliente de maneira correta e eficaz. Mas, atenção, para não ficar muito extenso, dividimos as dicas em dois posts diferentes (esta é a parte I)

DICA N. 1: POSSO COBRAR MEU CLIENTE VIA REDE SOCIAL? 

Não. Por mais que seja tentador comentar na foto do seu cliente que não te paga, mas que está gastando rios de dinheiro em jantares caros, resista. Existem diversos processos judiciais nos quais os cobradores são obrigados a pagar danos morais por fazerem cobranças em redes sociais, por mais absurdo que isso possa parecer. Isso porque o artigo 42 do CDC assegura que o devedor não seja exposto ao ridículo, principalmente publicamente. O Tribunal de Justiça de São Paulo já chegou a condenar uma empresa em R$ 15.000,00 por ter feito uma cobrança via facebook (Apelação nº 1002605-90.2017.8.26.0361- Comarca de Mogi das Cruzes) .

DICA N. 2: POSSO COBRAR MEU CLIENTE VIA WHATSAPP?

Sim, mas alguns cuidados devem ser tomados:

a) Cuidado com a mensagem que você irá escrever. Lembre-se que seu cliente poderá utilizar tudo que você falou em um eventual processo. Portanto, você deverá enviar uma mensagem simpática e educada de cobrança. É importante que, na conversa, você evite toda e qualquer discussão e injúrias que possam vir a acontecer. Se seu cliente começar a discutir com você, é melhor você manter a calma e responder tudo com a cabeça no lugar. Se estiver ficando muito difícil, é melhor pegar o telefone e iniciar a conversa em forma de ligação. Lembre-se: Nunca produza provas contra você mesmo!

b) Assegure-se de que o número do whatsapp é o número correto do seu cliente. Lembra que não a cobrança tem que ser privada e não pública (falei disso na dica n. 1)? Então, a cobrança também não pode ser feita para terceiros. Falarei disso em uma dica específica, por ora só preciso que você entenda que não pode mandar mensagem para o whatsapp do tio, vizinho, amigo, conhecido, etc.

c) É terminantemente proibido cobrar alguém que já pagou a dívida. E sabemos que, às vezes, isso pode acontecer, devido ao grande números de funcionários e clientes que uma clínica veterinária pode ter. Falarei disso em uma dica específica e lá você vai descobrir que existe até uma penalidade para cobranças
indevidas como essas. Por enquanto, basta que vocês aprendam essa dica valiosa: Para se livrar de situações como essa, após a mensagem de cobrança, escreva um parágrafo dizendo: "No caso de inexistência de dívida, pedimos para que desconsidere este aviso de cobrança. Estamos à disposição para esclarecer quaisquer dúvidas, através do telefone X". Pronto, agora você está mais protegido caso aconteça algum problema.

d) "Mas Ana, e se eu enviar a mensagem cobrança e só depois perceber que a pessoa já tinha ido pagar? A mensagem acima já será suficiente?" Neste caso, envie nova mensagem, o mais rápido possível, dizendo: "Prezado ____________ (nome completo), Consta em nosso sistema que os débitos da sua conta já foram
devidamente adimplidos. Por isso, pedimos para que desconsidere qualquer mensagem de cobrança que possa ter sido entregue até esta data. Estamos à disposição para esclarecer quaisquer dúvidas, através do telefone X" É interessante enriquecer essa mensagem para ela ficar mais agradável, como "é
um prazer ter você como cliente", e etc.

Resumindo: Seja simples, direto, simpático, e não intimide o
cliente.

 

DICA N. 3: COBRANÇA POR LIGAÇÃO

Assim como temos que ter atenção ao cobrar o cliente pelo whatsapp, também temos que ter alguns cuidados na cobrança por ligação. Afinal, você não quer terminar como essa empresa: "Indenização de R$ 6.000,00 por cobranças por meio de ligações INCESSANTES, ou seja, repetidas vezes ao dia, capaz de configurar abalo moral na consumidora (Recurso Inominado nº 0002139-
32.2018.8.16.0014 - Poder Judiciário do Estado do Paraná)" 

Como se proteger dessa situação, então?

Pode parecer estranho, mas as empresas sempre são condenadas por realizarem ligações repetitivas (várias vezes ao dia). Isso é chamado de "cobrança incessante" e está disposto no art. 42 do CDC.
Portanto, fique atento às dicas rápidas:
1) Não faça mais de uma ligação por dia.
2) Procure telefonar durante o horário das 8h às 20h.
3) No sábado, dê preferência para o horário de 8h às 14h.
3) Não faça ligações nos domingos e feriados.
4) Mantenha uma planilha com lista de clientes, datas e horários das cobranças, para que você não se confunda.

 

DICA N. 4: COBRANÇA POR CARTA

Todas as dicas que sobre cobrança no whatsapp podem e devem ser aplicadas na cobrança via carta. A mensagem deve ser educada, não pode haver injúria, etc. Além disso, é importante que você saiba que não pode haver a
palavra "cobrança" no envelope.

A grande sacada em enviar uma carta é a possibilidade de fazer uma notificação extrajudicial. Ou seja, fazer uma carta "formal" com o título "notificação extrajudicial", com todos os dados da dívida e como realizar o pagamento. E pra que isso serve?

Segundo o artigo 726 do CPC, a notificação extrajudicial tem o objetivo de dar ciência da dívida ao devedor, ou seja, serve para avisá-lo formalmente de que ele está devendo. Neste aviso, você poderá inclusive dar prazo certo para o
devedor pagar a dívida e avisá-lo de que entrará com processo judicial caso ele não pague.


Além disso, uma das principais vantagens do envio da notificação extrajudicial é que ela pode funcionar como prova em eventual processo judicial. Falarei sobre as vantagens de entrar com processos em uma dica específica.

Caso você envie uma carta neste formato, é importante enviar a carta com AR, para comprovar que o devedor recebeu a notificação. Além da notificação extrajudicial por carta, você pode notificar o devedor através do cartório da sua cidade ou via notificação eletrônica.

 

DICA N. 5: POSSO COBRAR OS PARENTES DO DEVEDOR?

Na vida real a gente sabe que cobrar parente, marido, esposa, pai, às vezes ajuda bastante. Mas, a lei diz alguma coisa sobre isso? 

Sim. O Código de Defesa do Consumidor diz que os parentes não podem ser cobrados. Inclusive, existem vários processos judiciais sobre o tema, obrigando o cobrador a pagar danos morais. Confira: "RECURSO INOMINADO. AÇÃO DE REPARAÇÃO DE DANOS MORAIS DECORRENTE DE REITERADAS COBRANÇAS DE DÍVIDA DE TERCEIRO. DANO MORAL CONFIGURADO NO VALOR DE R$ 3.000,00" (TJPR - 2ª Turma Recursal - 0004857-58.2016.8.16.0018 - Maringá - Rel.: Juiz James Hamilton de Oliveira Macedo - J.24.11.2017)

 

Para ver as próximas 5 dicas, acesse a parte II. Até lá!

Comunidade Vetsign
Rister Advocacia Veterinária
Rister Advocacia Veterinária Seguir

Advocacia atuante no ramo veterinário.

Ler matéria completa
Indicados para você